Avenida. Rio Branco, 289 - Centro 56.800-000  -  Afogados da Ingazeira / PE

Fone: (87) 3838-1221 
Pároco: Pe. Gilvan Bezerra de Lima


 

AFOGADOS DA INGAZEIRA - Sr. Bom Jesus dos Remédios

Acreditar em Jesus Ressuscitado significa deixar-se guiar pela Sua luz, disse dom Egidio na Vigilia Pascal

Neste Sábado de Aleluia (também chamado de Sábado Santo), aconteceu a Virgília Pascal, na Catedral de Afogados da Ingazeira. Este sábado é um dia de esperança, na certeza da ressurreição do Senhor. Durante o dia, não há missa nem outras celebrações litúrgicas, pois trata-se de um momento de silêncio e oração. O Senhor está sepultado. A Vigília Pascal, uma extensa celebração, foi presidida pelo bispo diocesano, dom Egidio Bisol, e concelebrada pelo pároco, Pe. Gilvan Bezerra e foi dividida em Liturgia da Luz, Liturgia da Palavra, Liturgia Batismal e Liturgia Eucarística.

Na Liturgia da Luz, o bispo abençoou o fogo que acendeu uma grande vela, chamada de Círio Pascal. O Círio, que representa Jesus Ressuscitado, é todo decorado com símbolos religiosos, como o da primeira e da última letra do alfabeto grego – Alfa e Ômega. Estas letras indicam que Jesus é o início e o fim de tudo, como ensina a Bíblia. Cinco cravos representando os cincos ferimentos na cruz – dois nas mãos, dois nos pés e um na lateral do corpo.

Em seguida, o bispo abençoou a vela com orações e entrou na igreja, que continuou apagada. Neste momento, cada pessoa acendeu a sua vela a partir do Círio que passou pelo corredor da Catedral e, aos poucos, foi ficando toda iluminada.

Depois, aconteceu a longa Liturgia da Palavra, com lições do Antigo e do Novo Testamento, mostrando o projeto de salvação de Deus desde o episódio do Mar Vermelho até a ressurreição de Jesus. Então se voltou a entoar o Glória e procedeu-se a Liturgia Batismal: ladainha, bênção da água, renovação das promessas do Batismo e aspersão. Por último, a Liturgia Eucarística, onde o altar foi preparado novamente para o banquete da Eucaristia.

Durante a reflexão da Vigília Pascal, dom Egidio falou sobre em acreditar no Cristo Ressuscitado se deixar guiar pela Sua luz. “Acreditar em Jesus Ressuscitado significa deixar-se guiar pela Sua luz, até nos tornarmos, nós também, luz para os nossos irmãos. A Liturgia de hoje é também um convite para entendermos que a Páscoa de Jesus sozinha ainda não realiza plenamente a vontade de Pai se não se tornar a nossa Páscoa, a minha Páscoa, a sua Páscoa, a Páscoa da família, da comunidade, da sociedade, a Páscoa do mundo. Renovemos então a nossa fé na Ressurreição do Senhor e renovemos o nosso compromisso de trabalhar para que essa força da Ressurreição de Jesus se manifeste cada vez mais, cada vez melhor na nossa vida”, concluiu dom Egidio.

Liturgia da Paixão foi celebrada na Catedral de Afogados da Ingazeira

Nesta Sexta-feira da Paixão aconteceu a Liturgia da Paixão de Cristo e em seguida a procissão do Senhor Morto. O bispo da diocese de Afogados da Ingazeira, dom Egidio Bisol e o pároco, Pe. Gilvan Bezerra, e os fiéis se reuniram na Catedral para celebrar a paixão e a morte de Jesus Cristo. Por ser um dia sem Eucaristia, o altar ficou descoberto, sem nenhuma decoração no presbitério.

O rito é dividido em momento da Paixão Anunciada (ou Rito da Palavra), seguido da Exaltação do Lenho Sagrado (da Santa Cruz ou do Santo Madeiro) e Comunhão. Na Paixão Anunciada, são lidas passagens bíblicas do Antigo e do Novo Testamento que falam sobre o sacrifício de Cristo. Na Exaltação da Santa Cruz, os fiéis formam uma fila e vão, um a um, beijar a imagem do Cristo Crucificado. Depois disso há a Comunhão, bênção sobre o povo e saída silenciosa.

A Procissão do Senhor Morto teve início por volta das 18h15. Esta tradição pretende lembrar o momento em que os discípulos retiram o corpo de Jesus Cristo da cruz e o sepultam.

Bispo presidiu a Celebração da Ceia do Senhor e o rito do Lava-Pés

Teve início quinta, 29 de março, o Tríduo Pascal com a Missa da Ceia do Senhor e  do Lava-Pés na Catedral do Senhor Bom Jesus dos Remédios, em Afogados da Ingazeira. A missa foi presidida pelo bispo diocesano, dom Egidio Bisol, e concelebrada pelo pároco da Catedral, Pe. Gilvan Bezerra.

 

No início da celebração, sete lâmpadas foram acesas e o bispo disse que, com acendimento das luzes, se dava início a grande festa. “Essas luzes nos lembra que está iniciando a grande festa, o Tríduo Pascal. É a celebração da páscoa, poderíamos dizer assim, que a liturgia nos oferece em câmara lenta, celebrada ao longo de três dias para nos dar tempo de interiorizar, meditar, e entrar um pouco mais no mistério de Jesus e fazer com que Ele se torne também nosso mistério pascal”, falou o bispo.

Procissão, missa e sorteio de carro, marcam encerramento da Festa do Bom Jesus, em Afogados da Ingazeira

Terminou na segunda, 1 de janeiro, a 188ª Festa do Padroeiro de Afogados da Ingazeira, Senhor Bom Jesus dos Remédios. O novenário teve início no dia 23 de dezembro e seguiu até o dia 31 com a celebração de Ano Novo presidida pelo bispo diocesano, dom Egidio Bisol. Ainda durante o novenário, vários padres da diocese estiveram participando presidindo as celebrações.

Na segunda (1) como de costume, primeiro aconteceu a procissão onde percorreu algumas ruas do centro da cidade retornando a Catedral onde ocorreu a concelebração Eucarística presidida por dom Egidio Bisol, e concelebrada pelos padres Gilvan Bezerra (pároco), Juacir Delmiro (vigário paroquial), Monsenhor João Carlos (Vigário Geral), Luís Marques (Ingazeira), Wellington Luís (Flores), Aldo Guedes (Tabira),  Hélio Claudio (São José do Egito) e Josenildo Nunes (Serra Talhada). Também esteve participando o diácono Renato Pereira, recém-ordenado.

Após a missa de encerramento, o padre Gilvan Bezerra (Pároco) realizou o sorteio de um veículo, Fiat Mobi, 0km e a contemplada foi Verenice Maria Honorato dos Santos, que reside em Afogados da Ingazeira.

Fieis celebram o nascimento de Cristo na tradicional Missa de Natal na Catedral

Na data em que é comemorado o nascimento de Jesus de Nazaré, fiéis se reuniram na Catedral do Senhor Bom Jesus dos Remédios, para a tradicional Missa de Natal, na noite deste domingo, 25 de dezembro. Na celebração, presidida pelo bispo, dom Egidio Bisol, a imagem do menino Jesus foi carregada por três crianças.

Na Vigília de Natal celebrada dentro das festividades do Padroeiro Senhor Bom Jesus dos Remédios o bispo diocesano, dom Egidio Bisol, falou sobre o compromisso que cada um tem a partir do nascimento de Jesus, que é a Luz que todos aguardam no dia de Natal. “O convite dos anjos para ir a Belém encontrar essa Criança é também um convite pra nós, hoje, a assumirmos na amizade com essa Criança o seu projeto estranho, mas a partir daquilo que Ele depois irá encarnando ao longo da sua vida a gente vai poder dizer – esse é o projeto que realiza plenamente a pessoa humana”, concluiu.

Foi a segunda noite em honra ao Padroeiro, Senhor Bom Jesus dos Remédios, que segue até o dia 1 de janeiro.

Paróquia do Bom Jesus dos Remédios realiza Semana Missionária

Com a missa realizada na Catedral neste domingo (22 de outubro), encerrou-se a Semana Missionária na Paróquia do Senhor Bom Jesus dos Remédios. A semana teve início no domingo (15) com a missa de envio e, durante toda a semana, vários missionários, aproximadamente 60, visitaram as famílias dos bairros de Afogados da Ingazeira.

Na segunda (16) os missionários visitaram as famílias dos bairros São Francisco, Izídio Leite e Costa.

Na terça (17) foram visitadas as famílias do Sobreira, Cohab, Dom Francisco e São Cristóvão.

Na quarta (18) a missão aconteceu no bairro São Brás.

Na quinta (19) os missionários realizaram a missão na Pitombeira, Borges e Brotas.

No penúltimo dia das missões, sexta (20), os missionários estiveram visitando a comunidade do Laura Ramos.

Fechando a semana de missão, no sábado (21), as famílias do centro da cidade receberam as visitas dos missionários.

Durante a noite, em cada comunidade, ocorreu a celebração eucarística que contou com a participação dos missionários e das famílias visitadas.

Padre Gilvan Bezerra avaliou como positiva a Semana Missionária e disse que também foi uma experiência gratificante para o mesmo. “Foi um momento muito rico para nossa paróquia, uma experiência pessoalmente para mim muito positiva porque pude conhecer um pouco mais da paróquia, dos bairros, das ruas e do povo. A missão não terminou, foi simplesmente uma Semana Missionária”, disse o pároco.

Paróquia do Senhor Bom Jesus dos Remédios realiza Assembleia Paroquial

A Paróquia do Senhor Bom Jesus dos Remédios esteve realizando na manhã deste domingo (16 de julho) a Assembleia Paroquial. A programação teve início com a Santa Missa na Catedral, depois café comunitário na casa paroquial e em seguida todos seguiram para o Cine São José, local do evento, que teve início por volta das 08h30 e seguiu até 11h30.

Durante três horas, cerca de 150 pessoas (de pastorais, serviços e movimentos), sob a coordenação do padre Gilvan Bezerra, debateram sobre quatro prioridades que serão vivenciadas na paróquia: Missão, Ação Social, Dízimo e Formação.

Os participantes foram divididos em quatro grupos, onde cada um ficou responsável por uma das prioridades, e elaborar propostas de como o grupo deve atuar na paróquia durante o ano sobre aquela determinada prioridade.

Três encontros já ficaram agendados no Cine São José para debater três importantes temas: 05 de agosto – Início e fim da vida; 14 de outubro – Educação sexual; 02 de dezembro – A Bioética e suas dimensões. 

Rádio Pajeú entrega cestas básicas a Pastoral da Criança

A Rádio Pajeú esteve entregando nesta segunda (10) aproximadamente 60 cestas básicas a Pastoral da Criança da Paróquia do Senhor Bom Jesus dos Remédios. Os alimentos foram entregues na emissora diocesana durante uma campanha que foi realizada para ajudar as vítimas das enchentes deste ano na Mata Sul de Pernambuco.

O sucesso da arrecadação foi tão grande que a direção da emissora resolveu dividir o que foi arrecadado, mais da metade das doações (roupas e alimentos) foram enviados para as cidades atingidas pelas enchentes e o restante ficou para ser entregue a uma pastoral da igreja, no caso, a Pastoral da Criança.

De acordo com a coordenadora da Pastoral da Criança da Paróquia do Senhor Bom Jesus dos Remédios, Bernadete Lira, que acompanha várias famílias carentes, há muitas pessoas (famílias) na periferia necessitando de ajuda e atenção e que esse ato de solidariedade dos afogadenses vai amenizar a situação, pelo menos em parte, das famílias que são assistidas pela Pastoral da Criança.

Bispo celebra Missa de Corpus Christi na Catedral de Afogados da Ingazeira

O bispo da diocese de Afogados da Ingazeira, dom Egidio Bisol, celebrou a Missa de Corpus Christi, na tarde desta quinta-feira, na Catedral do Senhor Bom Jesus dos Remédios. Após a celebração, os fieis acompanharam a procissão com a imagem do Santíssimo Sacramento sobre um tapete de serragem.

Dom Egidio disse que mais uma vez contemplamos o amor de Deus que se revela na Eucaristia e lembrou que sempre os cristãos fazem isso quando se reúnem para participarem da missa, lembrando a Celebração da Santa Ceia na Quinta-Feira Santa. “Esta presença de Jesus na Eucaristia que deve se tornar o centro da nossa fé porque ela nos ajuda a sermos o que nós somos pelo batismo: parecidos com Jesus”, afirmou.

Após a missa, o corpo de Cristo foi conduzido em procissão pelo bispo, seguindo pela Praça Monsenhor Arruda Câmara, Avenida Rio Branco e retornando a Catedral onde aconteceu a benção. Neste ano, durante a procissão, houve parada para um momento de reflexão em três casas de idosos que já não podem mais frequentar a missa na Catedral. O tapete, confeccionado pelos jovens com serragem, folhas e sal grosso, respeita uma tradição trazida pelos imigrantes portugueses.

TRADIÇÃO

A celebração acontece sempre 60 dias após o Domingo de Páscoa ou na quinta-feira seguinte ao domingo da Santíssima Trindade, em alusão à Quinta-feira Santa quando Jesus instituiu o sacramento da eucaristia. A tradição iniciou-se no século 13, quando o cônego Tiago Pantaleão de Troyes (que viria a se tornar o papa Urbano IV) recebeu o segredo da freira agostiniana Juliana de Mont Cornillon. Ela teve visões de Cristo manifestando desejo de que a Eucaristia fosse celebrada. Em 1264, ocorreu o Milagre de Bolsena (Itália), quando um sacerdote, ao partir a hóstia, viu dela sair sangue, o que motivou a primeira procissão.

Vigília Pascal: Dom Egidio pede para que possamos renovar o amor a Jesus Cristo a cada dia

Na noite deste sábado, 15 de abril, foi celebrada a Vigília de Páscoa na Catedral do Senhor Bom Jesus dos Remédios em Afogados da Ingazeira.

Na Solene Vigília Pascal da noite foi celebrada a Missa da Ressurreição. Essa missa é precedida pela bênção do Fogo Novo e do Círio Pascal, benção da água Batismal e Renovação das Promessas do Batismo. A bênção do Fogo Novo aconteceu em frente a Catedral e logo em seguida, todos conduzindo velas acesas adentraram na Catedral para participarem da celebração presidida pelo bispo, dom Egidio Bisol.

O bispo pediu para que possamos a cada dia, renovar o amor a Cristo, citando o exemplo dos casais, que para viverem em união precisam a cada dia se dedicarem mais uma ao outro, renovando o amor entre o casal, e da mesma forma precisamos também a cada dia, reavivar esse amor junto ao Pai.

Na celebração, há três elementos fundamentais que fazem parte da Vigília:

Fogo: Sinal da presença de Deus na história, em suas manifestações de salvação. Ligado ao fogo, temos o círio pascal que aceso no fogo novo lembra o Cristo ressuscitado.

Luz: Símbolo da vida. Representa a presença de Cristo que é vida e oferece vida e salvação ao homem. Jesus atravessa as portas da mansão dos mortos, vencendo e trazendo a luz para a humanidade.

Água: Também é sinal da vida que é comunicada ao cristão quando ele renasce pelo batismo para um mundo novo.

 

DOMINGO DE PÁSCOA - Neste domingo, aconteceu a Missa da Páscoa presidida pelo padre Gilvan Bezerra e, logo em seguida, procissão com o Ressuscitado pelo centro de Afogados da Ingazeira.

Celebração da Paixão e Morte do Senhor na Catedral do Senhor Bom Jesus dos Remédios

Na tarde desta Sexta-Feira Santa, o bispo dom Egidio Bisol e o padre Gilvan Bezerra, estiveram participando da Liturgia da Paixão e Morte do Senhor na Catedral de Afogados da Ingazeira.

O ato litúrgico recordou a Paixão e Morte de Jesus Cristo, em três partes: a primeira foi a leitura da Sagrada Escritura e a oração universal; a segunda foi a adoração da Santa Cruz e a terceira, a Comunhão Eucarística, que juntas formam o memorial da Paixão e Morte  do Senhor.

A adoração da Santa Cruz teve início com o beijo do bispo, dom Egidio Bisol. Religiosos e fiéis também reverenciaram a cruz e comungaram. A procissão que percorre o centro da cidade, neste ano teve o seu trajeto alterado devido a chuva durante a procissão do Senhor Morto.

ORAÇÃO À NOSSO SENHOR BOM JESUS DOS REMÉDIOS

Senhor Bom Jesus dos Remédios, morrestes na cruz,

para perdoar nossos pecados, para curar nossos males.

Ressuscitastes, para nos dar vida nova da graça,

para conduzir à glória celestial. Ajudai-nos a fazer o bem

sem olhar a quem, a perdoar aos que nos ofendem, a amar

até os inimigos. Dá-nos servir a todos, como irmão, a fim

de que, na verdade, vivamos, desde agora, o vosso reino,

a vossa paz. Assim seja.

Igreja Senhor Bom Jesus dos Remédios

Pe. GILVAN BEZERRA DE LIMA

Nasc.: 23/07/1971

Ordenação12/12/1997

Função: Pároco

Endereço: Av. Rio Branco, 289- Centro.

Cep: 56.800-000 Afogados da Ingazeira/PE

Fone: (87) 3838-1221 

E-mail:

gilvanbezerra@libero.it

 

Pe. JUACIR DELMIRO

Nasc.: 10/09/1987  -    Ordenação: 09/01/2015

Função: Vigário Paroquial

Endereço: Av. Rio Branco, 289- Centro.

56.800-000 Afogados da Ingazeira/PE

Fone: (87)3838-1221

E-mail: jwacy@hotmail.com