Avenida. Rio Branco, 289 - Centro 56.800-000  -  Afogados da Ingazeira / PE

Fone: (87) 3838-1221 
Pároco: Pe. Gilvan Bezerra de Lima


 

Jesus é o remédio para todos os males, disse dom Egídio no encerramento da festa do Bom Jesus dos Remédios

Chegou ao seu final na tarde/noite desta sexta (1) a festa em honra ao padroeiro de Afogados da Ingazeira, Senhor Bom Jesus dos Remédios. Primeiramente aconteceu a procissão que saiu da Catedral, passou pelo bairro de São Sebastião, retornando a Catedral onde houve a Concelebração Eucarística presidida pelo bispo dom Egídio Bisol e concelebrada pelos padres Josenildo Nunes, Juacir Delmiro, Mairton Marques, Claudivan Siqueira, Wellington Luiz, Antônio Rogério e pelo Monsenhor João Carlos.

As festividades em honra ao padroeiro tiveram início no dia 23 e durante todo o novenário vários padres da diocese de Afogados da Ingazeira estiveram participando e que este ano contou com a participação em uma das noites de um padre da diocese de Patos, padre Expedito Caetano de Água Branca-PB.

Em sua homilia, o bispo disse que a Solenidade do Senhor Bom Jesus dos Remédios, padroeiro da Catedral, é para nós um momento importante dentro da celebração do Natal em que nos ajuda a perceber que além do olhar para uma Criancinha que nasce, é fundamental descobrir o sentido profundo da encarnação do Filho de Deus. “Ele se fez homem para oferecer-se a nós e à humanidade toda como remédio para nos proporcionar a oportunidade concreta de superar as doenças que o pecado tinha trazido para a humanidade com sua atitude de autossuficiência”, disse o bispo.

Dom Egídio também afirmou que Jesus é o remédio para nossos males, mas que precisamos nos aproximar Dele com as atitudes corretas e o coração aberto para deixá-lo agir em nós e transformar nossa vida. “E cada um de nós sabe, ou pode e deve saber, qual é a sua doença mais perigosa, a que mais ameaça sua vida espiritual. E cada um de nós sabe, ou pode e deve saber, qual o remédio que Jesus apresenta para que se realize a cura e se está disposto a tomar este remédio, mesmo quando lhe parece amargo e travoso ao paladar, ou se prefere outros remédios, menos duros, mais adocicados, mas que na verdade não tem poder de curar”, afirmou. Falando ainda sobre o remédio, o bispo disse o Senhor não é somente o nosso remédio, Ele é o remédio para os males do mundo inteiro: as desigualdades e as guerras, as violências e as angustias, as divisões e as cobiças, as ambições e descrenças...

Para concluir, dom Egídio falou sobre o que o papa Francisco apresentou a todos no primeiro dia do ano em que nos mostra uma grave doença da humanidade e o remédio que o Senhor nos oferece: a doença perigosa chama-se “indiferença” e que o principal remédio que Jesus nos apresenta é a misericórdia. “Meus caros irmãos, eia a doença que este ano somos chamados a enfrentar: a indiferença. Eis o remédio que o Bom Jesus nos oferece, a misericórdia, eia a cura que iremos conseguir: a paz”, concluiu dom Egídio.

ORAÇÃO À NOSSO SENHOR BOM JESUS DOS REMÉDIOS

Senhor Bom Jesus dos Remédios, morrestes na cruz,

para perdoar nossos pecados, para curar nossos males.

Ressuscitastes, para nos dar vida nova da graça,

para conduzir à glória celestial. Ajudai-nos a fazer o bem

sem olhar a quem, a perdoar aos que nos ofendem, a amar

até os inimigos. Dá-nos servir a todos, como irmão, a fim

de que, na verdade, vivamos, desde agora, o vosso reino,

a vossa paz. Assim seja.

Igreja Senhor Bom Jesus dos Remédios

Pe. GILVAN BEZERRA DE LIMA

Nasc.: 23/07/1971

Ordenação12/12/1997

Função: Pároco

Endereço: Av. Rio Branco, 289- Centro.

Cep: 56.800-000 Afogados da Ingazeira/PE

Fone: (87) 3838-1221 

E-mail:

gilvanbezerra@libero.it