Avenida. Rio Branco, 289 - Centro 56.800-000  -  Afogados da Ingazeira / PE

Fone: (87) 3838-1221 
Pároco: Pe. Gilvan Bezerra de Lima


 

AFOGADOS DA INGAZEIRA - Sr. Bom Jesus dos Remédios

Missa da Vigília Pascal aconteceu na Catedral com presidência de dom Egidio Bisol

Dando continuidade ao Tríduo Pascal, aconteceu na noite do sábado (20 de abril) na Catedral do Senhor Bom Jesus dos Remédios, em Afogados da Ingazeira, a Vigília Pascal presidida pelo bispo dom Egidio Bisol.
Uma fogueira foi acesa em frente à Catedral e, logo em seguida, houve a bênção do fogo em que foi aceso o Círio, sendo conduzido para o interior da Catedral pelo pároco, Pe. Gilvam Bezerra, onde os fieis acenderam suas velas através do Círio.
 
“Essa vida nova, essa morte, ressurreição, essa passagem do pecado para a graça se realiza para nós nas águas do batismo e depois nós iremos gastar a nossa vida inteira tentando viver o que já somos, tentando mostrar o que já nos tornamos, filhos de Deus, participantes de Sua vida. Essa noite nos fala através dos sinais, não é preciso muitas palavras, mas como é bonito o sinal da luz que brilha na escuridão”, disse dom Egidio na homilia.

Multidão acompanha Procissão do Senhor Morto em Afogados da Ingazeira

Em referência à paixão e morte de Jesus, fiéis se reuniram na tarde da sexta-feira (19) na Catedral do Senhor Bom Jesus dos Remédios, em Afogados da Ingazeira, para seguir a tradicional procissão do Senhor Morto. O cortejo, que aconteceu após a cerimônia da Liturgia da Paixão, faz parte do calendário da Igreja Católica, e faz alusão à morte de Jesus Cristo, relembrada pelos cristãos.
 
A procissão tem como objetivo lembrar o momento em que os discípulos retiraram o corpo de Jesus Cristo da cruz e o sepultaram. Os fiéis foram conduzidos pelo bispo, dom Egidio Bisol e pelo pároco, Pe. Gilvam Bezerra. 

'Para o cristão, se colocar a serviço não é uma humilhação', disse dom Egidio no Lava-pés

 
O bispo diocesano, dom Egidio Bisol, presidiu na noite desta quinta (18) na Catedral do Senhor Bom Jesus dos Remédios, a Missa Vespertina da Ceia do Senhor com o rito do lava-pés, transladação e adoração do Santíssimo Sacramento.
 
A Eucaristia é partilha e ao mesmo tempo é serviço, disponibilidade para lavar os pés, significa se colocar a serviço da necessidade dos outros. Para o cristão se colocar a serviço não é uma humilhação, Pedro ainda pensava assim, Jesus você não vai lavar os meus pés, porque era um serviço dos escravos. Mas Jesus disse: para os meus discípulos, não é uma humilhação, é realizar a própria vida, servir aos outros", disse dom Egidio.

Dom Egidio abre a Semana Santa com a Missa dos Ramos, na Catedral

Neste domingo (14), a Igreja Católica celebra o Domingo de Ramos, dia que marca o início das vivências da Semana Santa em todo o mundo. Nesta data, fiéis saem às ruas em procissão com ramos de palmeiras nas mãos para relembrar a chegada de Jesus à cidade de Jerusalém, dias antes de ser morto e crucificado.
Em Afogados da Ingazeira, na Paróquia do Senhor Bom Jesus dos Remédios (Catedral), a procissão e bênção dos Ramos teve início às 06h nas capelas dos bairros e no Seminário São Judas Tadeu. Em seguida, os fiéis seguiram para a Catedral onde aconteceu a celebração, presidida pelo bispo dom Egidio Bisol.
 
Semana Santa
Os ritos da Semana Santa seguem até o Domingo seguinte, quando é comemorada a Páscoa. Na quarta-feira (17) será realizada a Missa dos Santós Óleos (Missa do Crisma), na Catedral do Senhor Bom Jesus dos Remédios, às 18h, presidida por dom Egidio Bisol.
 
Na quinta-feira, quando se inicia o Tríduo Pascal, dom Egidio presidirá a missa da Ceia do Senhor na Comunidade na Catedral, às 18h. Na ocasião, será realizado o ritual do Lava-Pés, no qual pessoas da comunidade serão escolhidas para terem seus pés lavados pelo arcebispo, em referência ao momento que Jesus lava os pés de seus discípulos, ensinando-lhes sobre humildade.
 
No dia seguinte, sexta-feira da Paixão, o encontro acontece na Catedral, quando fiéis se reúnem com dom Egidio para relembrar a paixão e a morte de Jesus, a partir das 16h. Em seguida, acontece a procissão do Senhor Morto.
 
No sábado não serão realizadas missas. Às 20h, haverá a vigília pascal, também presidida pelo bispo dom Egidio Bisol, na Catedral do Senhor Bom Jesus dos Remédios, dom Egidio acenderá o Círio Pascal, uma grande vela que representa Jesus ressuscitado. A igreja estará toda apagada, iluminada apenas pelas velas dos fiéis.
 
A Semana Santa é encerrada no Domingo de Páscoa, quando é celebrada a vitória de Jesus sobre a morte, sua ressurreição. 

Padre Gilvam Bezerra preside Missa das Cinzas e abre Campanha da Fraternidade na Paróquia

Para a Campanha da Fraternidade 2019, a Conferência Nacional dos Bispos dos Brasil (CNBB) escolheu um caminho que depende muito da compreensão individual para ter resultado na luta coletiva: a conscientização dos direitos fundamentais como meio transformador da realidade. Com o tema Fraternidade e Políticas Públicas, a CNBB quer ressaltar, não somente junto aos católicos, que as políticas públicas são uma alternativa para redução desigualdades.
 
A abertura da Campanha da Fraternidade na Paróquia do Senhor Bom Jesus dos Remédios, aconteceu nesta quarta (6), início da Quaresma, o tempo de preparação que antecede a Páscoa, com a Santa Missa presidida pelo pároco, Pe. Gilvam Bezerra.
 
A Campanha da Fraternidade tem como objetivo estimular a participação em Políticas Públicas, à luz da Palavra de Deus e da Doutrina Social da Igreja, para fortalecer a cidadania e o bem comum.

Cada um de nós se torne instrumento da paz que o Senhor trás, disse dom Egidio no encerramento da festa do padroeiro de Afogados

 

Terminou na tarde/noite de terça (1 de janeiro), a 189ª Festa em honra ao Padroeiro de Afogados da Ingazeira, Bom Jesus dos Remédios. Uma grande multidão acompanhou a procissão pelas ruas do centro da cidade, retornando para a Catedral onde aconteceu a concelebração presidida pelo bispo, dom Egidio Bisol, e concelebrada por vários padres da diocese.

O bispo, em sua homilia, disse imaginar o porquê dos antepassados terem escolhido o nome do ‘Senhor Bom Jesus dos Remédios’ para ser o padroeiro. Para ele, já sentiam muitas coisas que nós, nos dias atuais já sentimos, como a nossa fragilidade, a nossa fraqueza e, os nossos pecados. “Eu acho que escolhendo esse título Senhor Bom Jesus dos Remédios, eles queriam expressar a própria fé, o primeiro lugar onde devemos procurar remédio bom e eficaz é Ele. Ele não de qualquer jeito, mas Ele em um momento em que revela da forma mais plena o seu amor dando a Sua própria vida”, disse dom Egidio.

Para concluir, o bispo falou da paz, já que o primeiro dia do ano é o Dia Mundial da Paz, e disse que não podemos ter uma atitude de destruição e que a paz no mundo todo exige entre vários fatores, respeito ao meio ambiente, cuidado com as coisas e com a casa comum. “Vamos pedir hoje ao Senhor Bom Jesus dos Remédios, remédios para que possamos viver realmente nessa paz consigo mesmo, com o outro e com a criação. De tal forma que como cantava São Francisco, cada um de nós se torne cada vez mais instrumento da paz que o Senhor trás. Que o Senhor Bom Jesus dos Remédios nos ajude nesta tarefa”, conclui o bispo. 

Dom Egidio preside Missa do Galo na Catedral

Na segunda noite do novenário da festa do Senhor Bom Jesus dos Remédios, aconteceu a missa da Vigília de Natal na Catedral, presidida pelo bispo, dom Egidio Bisol, e concelebrada pelo padre Gilvam Bezerra.
Durante a celebração da tradicional Missa do Galo, o bispo fez uma reflexão sobre o verdadeiro sentido do Natal através das leituras que foram proclamadas durante a celebração. “Precisamos viver o Natal não só neste espírito de fraternidade, de caridade, de ajuda, de confraternização. Precisamos ver um Natal, nós cristãos, em comunhão com Jesus. E a comunhão é uma coisa muito profunda e séria, não é só um sentimento vago, ela é um compromisso a viver em sintonia”, disse o bispo.
 
Dom Egidio encerrou explicando que no Natal, Jesus não veio para reinar, veio para servir, e que também não veio para mandar, e sim, tornar-se servo, ou seja, alguém que se coloca a disposição das necessidades dos outros.

Imagem peregrina de Nossa Senhora Aparecida foi entronizada na Catedral

Na sexta-feira (12 de outubro) os fieis católicos celebraram o dia da Padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida. Na Catedral do Senhor Bom Jesus dos Remédios, em Afogados da Ingazeira, aconteceu a missa as 18h, em comemoração ao dia da Padroeira do Brasil em que foi colocada em um nicho na entrada principal da Catedral, a Imagem peregrina de Nossa Senhora Aparecida.
 
A Imagem que há dois anos uma grande romaria da diocese foi buscá-la no Santuário Nacional agora vai ficar de forma permanente na Catedral, é o que explica o pároco, Pe. Gilvam Bezerra. “A Imagem ficará nesse nicho de forma permanente, porém, será retirada quando for solicitada por algum padre, ela será retirada, já que a Imagem é peregrina e foi com esse propósito de que ela permaneceu na diocese”, explicou o padre.
 
Também durante a celebração, aconteceu a instituição de novos coroinhas na Paróquia do Senhor Bom Jesus dos Remédios.

Padre Antônio Maria encerra Tríduo em comemoração ao primeiro ano da novena do Divino Pai Eterno, em Afogados da Ingazeira

O padre Antônio Maria encerrou na noite da segunda, 04 de junho, o Tríduo em comemoração ao primeiro ano de implantação da Novena do Divino Pai Eterno na Paróquia do Senhor Bom Jesus dos Remédios, em Afogados da Ingazeira.

As festividades tiveram início no sábado (2) com a celebração da Santa Missa na Catedral, no domingo, missa e logo em seguida, show com a cantora Ana Lúcia da Canção Nova. Na segunda, último dia do Tríduo, teve a procissão com a imagem do Divino Pai Eterno saindo da capela de São Sebastião, rumo à Catedral, onde aconteceu a Concelebração Eucarística presidida pelo pároco, padre Gilvam Bezerra, e concelebrada pelos padres, Aldo Guedes, da Paróquia de Nossa Senhora dos Remédios, e Antônio Anchieta que também está atuando na referida paróquia.

Após a missa, finalmente chegou um dos momentos mais aguardados pelos que estavam presentes: a participação do Pe. Antônio Maria. A emoção dos presentes de cantar junto com o padre, marcou a noite de encerramento das festividades ao Divino Pai Eterno. Padre Antônio Maria iniciou sua participação cantando a música "Emoções" de Roberto Carlos, sendo bastante aplaudido.

 

Dom Egidio preside missa de Corpus Christi na Catedral de Afogados da Ingazeira

O bispo da diocese de Afogados da Ingazeira, dom Egidio Bisol, esteve presidindo nesta quinta, 31 de maio, a missa de Corpus Christi na Catedral do Senhor Bom Jesus dos Remédios.

Dom Egidio falou da importância do Dia de Corpus Christi para a Igreja. “A festa de hoje, é uma festa muito importante e bonita para a Igreja e também a presença de vocês é um sinal disso e que a cada ano vem crescendo, porque vamos entendendo um pouco mais e aumentando a compreensão do sentido das coisas e o sentido dessa festa”, disse.

Após a missa, aconteceu a procissão com o Santíssimo pelo centro da cidade, com três paradas em residências que residem idosos que estão impossibilitados de comparecer à Santa Missa na Catedral.

Estiveram concelebrando, os padres Gilvam Bezerra, pároco, e Juacir Delmiro, reitor do Seminário de Filosofia.

ORAÇÃO À NOSSO SENHOR BOM JESUS DOS REMÉDIOS

Senhor Bom Jesus dos Remédios, morrestes na cruz,

para perdoar nossos pecados, para curar nossos males.

Ressuscitastes, para nos dar vida nova da graça,

para conduzir à glória celestial. Ajudai-nos a fazer o bem

sem olhar a quem, a perdoar aos que nos ofendem, a amar

até os inimigos. Dá-nos servir a todos, como irmão, a fim

de que, na verdade, vivamos, desde agora, o vosso reino,

a vossa paz. Assim seja.

Igreja Senhor Bom Jesus dos Remédios

Pe. GILVAN BEZERRA DE LIMA

Nasc.: 23/07/1971

Ordenação12/12/1997

Função: Pároco

Endereço: Av. Rio Branco, 289- Centro.

Cep: 56.800-000 Afogados da Ingazeira/PE

Fone: (87) 3838-1221 

E-mail:

gilvanbezerra@libero.it