Rua. Da Matriz , S/N - Centro 56.750-000  -  Santa Terezinha / PE
Fone: (87) 3859-1463 
Pároco: Pe. Elton Wilson Ferreira
E-mail: pstsantaterezinha@hotmail.com


  

SANTA TEREZINHA

Terço dos Homens de Santa Terezinha comemora 15 anos

O Terço dos Homens de Santa Terezinha recebeu grupos de vários locais na tarde do domingo, 03 de dezembro, para comemorar seus 15 anos de existência. A missa em Ação de Graças foi presidida pelo pároco de Santa Terezinha, Pe. Elton Wilson, e concelebrada pelo Pe. Jorge Adjan, coordenador do Terço dos Homens na diocese. Também estiveram participando os diáconos Eduardo Oliveira e Edicarlos Soares.

 

Na homilia, padre Jorge falou da devoção desses homens a Nossa Senhora e de como o Terço ajuda as pessoas ficarem firmes na fé, citou exemplos e reforçou o convite para que mais homens, a cada dia, se juntem a este grupo de devoção Mariana e na vida litúrgica e pastoral. A nova coordenação do Terço na Paróquia de Santa Terezinha também tomou posse e, após a celebração, os presentes participaram de um lanche servido pelo grupo.

Por Gilson Pereira

Eduardo Oliveira comemora 15 anos de diaconato

Destinado a ajudar e a servir no altar do Senhor aos bispos e padres, o Diácono guarda o mistério da fé, de consciência pura e sem o espírito de lucro, participando de modo especial na missão e na graça de Nosso Senhor Jesus Cristo, oferecendo a Igreja a possibilidade de contar com uma pessoa de grande valia para as tarefas pastorais e ministeriais. O Diácono tem a graça de fazer batizados, abençoar casamentos, levar o Sacramento da Eucaristia aos doentes e presidir funerais, tudo isso, seguindo a vocação, o chamado, a vivência religiosa sentida no seu interior.

Foi esse chamado, essa vocação que Eduardo Oliveira sentiu ao assistir a ordenação dos Diáconos, Seu Davi e Seu Paulino, em São José do Egito, cerca de 20 anos atrás; no outro dia, pedindo a padre Jorge Adjan, pároco de Santa Terezinha, à época, para frequentar as reuniões e entrar na Escola Diaconal em Afogados da Ingazeira, onde estudou de início, terminando os cinco (5) anos de curso no Convento Estela Moraes em Triunfo, abraçando seu Ministério Pastoral.

Há 15 anos, precisamente no dia 28.08.2012, Eduardo Oliveira recebera a Ordenação Diaconal; ainda quando padre Jorge estava à frente da Paróquia de Santa Terezinha, em celebração presidida pelo então bispo dom Luiz Gonzaga Silva Pepeu, e que teve como chefe de cerimônia Egídio, então padre na época e agora dom Egídio Bisol, bispo da diocese de Afogados da Ingazeira.

A primeira celebração presidida por Eduardo Oliveira ocorrera três (3) dias depois em 1º de setembro. Seu primeiro casamento assistido foi de Mauro Grampão na Paróquia de Nossa Senhora da Imaculada Conceição, na vizinha cidade de Imaculada-PB. No mesmo ano, ele batizou sua sobrinha Ana Clara e sua filha, Eduarda Vitória.

Perguntado qual o momento mais forte dessa carreira, Oliveira respondeu que foi a morte e encomendação de Dom Francisco, Bispo Diocesano daquela época, "ele quem abril as portas da diaconia para nós" falou Eduardo. Na ocasião participaram mais de 60 Padres e de sete (7) a oito (8) Bispos, mas Eduardo Oliveira teve o privilégio de proclamar o Evangelho de Deus na celebração. Outro momento forte na sua vida diaconal segundo ele, foi a morte de sua maizinha, Dona Nevinha em 2007 e o casamento de Mirela de Dr. Barbeiro, assim conhecido. "Ela cresceu nos meus braços e no meu colo" falou o mesmo.

Nos 61 anos de vida, 45 são de caminhada ajudando a Igreja de Deus, participando de grupos, dado sua parte de contribuição. São 89 afilhados e perguntado se era feliz com essa carreira, Eduardo Oliveira encheu os olhos de lágrimas e de gratidão dizendo "eu faria tudo de novo, me ordenaria de novo, quantas vezes fosse preciso". (Por Gilson Pereira)

Paróquias de Santa Terezinha e Santa Cruz da Baixa Verde participam de romaria, em Solidão

Dentro da programação de romarias da diocese ao Santuário de Nossa Senhora de Lourdes, em Solidão, neste domingo (11 de junho) foi a vez das Paróquias de Santa Terezinha (Santa Terezinha) e de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro (Santa Cruz da Baixa Verde) participarem da Santa Missa que acontece aos domingos na Gruta. Também foi a romaria  do Terço dos Homens da diocese.

Uma grande caravana seguiu das cidades com destino ao Santuário. A missa foi presidida pelo bispo diocesano, dom Egidio Bisol, e concelebrada pelos padres Genildo Herculano, Marcos Maciel, Elton Wilson e Jorge Adjan, ex-pároco de Solidão. O diácono Eduardo Oliveira também esteve presente, além de seminaristas da diocese.

A próxima romaria será no dia 02 de julho com as presenças das paróquias de São José (São José do Egito e São José do Belmonte).

Santa Terezinha realizou o III Encontro de Namorados com Cristo

A Pastoral Familiar da Paróquia de Santa Terezinha, em Santa Terezinha, realizou na noite deste sábado, 10 de junho, o III ENC (Encontro de Namorados com Cristo) por ocasião do dia dos namorados.

O encontro foi marcado com momentos de oração, dinâmica e palestra realizada pelo pároco, Pe. Elton Wilson Ferreira, com o seguinte tema: “Namoro santo. É possível?”                       

Em seguida foi oferecido para os namorados um momento de confraternização com salgados e músicas ao vivo.

Paróquia de Santa Terezinha realizou o III Kairós Maranathá

Aconteceu nos dia 20 e 21 de Maio deste ano na Paróquia de Santa Terezinha, em Santa Terezinha, o III Kairós Maranathá Vem Senhor Jesus. Com o tema alusivo ao Ano Mariano: “Acaso não sabeis que eu sou da Imaculada?”

Os dois dias foram marcados pela oração, adoração, palestras, formações, Santa Missa, confissões e também com o Kairós Kids, para as crianças. Os pregadores do encontro foram Danilo Gesualdo e Dijanira Silva, ambos da Canção Nova, em Cachoeira Paulista - SP. A animação ficou por conta da Comunidade Católica Shalom de Patos - PB.

Ainda esteve presente o Pe. Washington Santana da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, em Imaculada – PB, que presidiu a missa de abertura. A Celebração Eucarística de conclusão do evento foi presidida pelo Pároco da Paróquia de Santa Terezinha, Pe. Elton Wilson Ferreira, que contou com participação do Diácono Permanente, Eduardo Oliveira, e grande número de fieis. A comissão organizadora agradece a todas as pastorais, movimentos e serviços paroquias pelo empenho e dedicação. 

Encerrada mais uma Festa de Santa Terezinha, em Santa Terezinha

Terminou na noite deste sábado (01 de outubro) mais uma edição da Festa de Santa Terezinha, em Santa Terezinha, no Alto Pajeú, que teve como tema este ano “Devemos sempre cantar as misericórdias do Senhor”. A novena em honra à Santa teve início na quinta-feira (22) e durante toda a sua programação contou com uma grande participação dos fieis.

Durante todo o novenário vários padres estiveram presidindo as Celebrações Eucarísticas como o padre Elton Wilson (administrador paroquial), Jorge Dias, Juacir Delmiro, Adhemar Lucena, José Valme, Hélio Cláudio, Luis Marques, Marcos Maciel, José Washington (Imaculada), Genildo Santana, José Ailton e Josenildo Nunes. Também esteve participando o diácono Eduardo Oliveira.

Quem presidiu o encerramento que aconteceu neste sábado foi o padre Josenildo Nunes. A procissão aconteceu após a Celebração Eucarística.

 

Durante a homilia, padre Josenildo falou sobre Terezinha e citou um dos elementos fundamentais de sua vida que foi a fé. “Terezinha em seu tempo e sua vida enfrentou muitos obstáculos para poder seguir a vida religiosa, e um grande obstáculo em sua vida estava muito perto de si que era a própria vida religiosa, uma companheira de convento, mas Terezinha demonstrou um amor incondicional aquele que é o autor de nossa fé e que nada neste mundo fez com que ela trocasse o amor por Jesus Cristo”, disse o padre.

Finalizando a sua homilia, padre Josenildo fez críticas sobre um evento político que se encontrava na cidade no exato momento da celebração, onde havia muita gente na carreata política e que esse povo poderia estar na igreja participando do encerramento da festa da Padroeira da cidade. “Eu queria pedir hoje parabéns pra vocês hoje que estão neste recinto porque há algumas coisas na vida da gente que faz com que todos nós estejamos unidos pela mesma causa. Quando fui chegando hoje em Santa Terezinha eu fiquei extremamente preocupado porque pensei que estava atrasado para o encerramento dessa festa. Escutei ao longe muitos fogos e pensei que a procissão já estava tomando as ruas de Santa Terezinha e pela quantidade de fogos deve ser muito bonita. Ao entrar na cidade, não pude chegar mais rápido devido a quantidade de carros e gente nas ruas e aos poucos fui percebendo e veio à decepção, onde a cidade estava dividida e que poderia estar unida na mesma fé a Santa Terezinha”, afirmou.

O padre também citou que os políticos tiveram muitos dias para realizar o evento que ocorreu nesta noite sem ter que prejudicar o encerramento da festa, mas que ele precisou dizer aquilo, pois o Senhor iria cobrar a ele. “Eu me sinto constrangido em ter que dizer isso, mas o Senhor iria me cobrar se eu me calasse diante do que vi. O padre não tem culpa, a culpa é daqueles que tem a fé menor que um grão de mostarda e que ainda não conseguiram compreender que não há poder, que não há nada maior que a nossa fé, sem a nossa fé, nós não somos nada”, concluiu.

O padre Elton agradeceu o empenho e a dedicação de todos que ajudaram e contribuíram para o bom êxito da Festa de Santa Terezinha

Padre Jorge Dias preside a 1ª missa da Festa da Padroeira/2016 de Santa Terezinha

O Padre Jorge Dias da Paróquia São Judas Tadeu de São José do Egito presidiu a primeira Santa Missa da festa da Padroeira de Santa Terezinha na noite desta quinta feira, 22, ao lado do Padre Elton Wilson. Pode-se verificar grande manifestação de fé, de religiosidade e de amor à Santa Terezinha e a mãe de Jesus Cristo, Maria Santíssima.  A festa da Padroeira é também a expressão viva da cultura católica do povo Terezinhense.  Ela expressa a face e a capacidade de sua gente.  É o momento da celebração do culto, da novena, da reafirmação da convicção de que Deus, a Virgem Maria e Santa Terezinha acolhem todos os homens, tendo deles piedade. (Por Gilson Pereira)

Santa Terezinha se prepara para receber Imagem Peregrina de Nossa Senhora Aparecida

A Paróquia de Santa Terezinha está preparando uma grande acolhida para a imagem de Nossa Senhora Aparecida, que chegará no dia 24 de julho, a partir das 16h. O Padre Elton e o Diácono Eduardo Oliveira convidam todos os paroquianos para a concentração de recepção ao lado da EREM Santa Terezinha, onde estarão recebendo a imagem da Santa que chega de Brejinho. Após a recepção, saírão em procissão até a matriz onde acontece a missa campal. Ela passará uma semana peregrinando, visitando comunidades rurais, capelas e escolas. De Santa Terezinha, a imagem da Santa se despede dia 31 e com uma grande carreata será levada até a Paróquia de São Judas Tadeu em São José do Egito. O padre Elton reforça que fica a convocação para você que tenha carro ou moto, que participe com seus familiares e amigos.

Pastoral Familiar e ECC de Santa Terezinha comemoraram o Dia dos Namorados

A Pastoral Familiar da Paróquia de Santa Terezinha promoveu encontro para os namorados em comemoração a data (Dia dos Namorados). Ao todo, 30 casais participaram de palestras, orações e de um jantar na noite do sábado, dia 11 deste mês de junho. O padre Elton esteve participando e procurou orientar os casais que estão se preparando para um futuro matrimônio.

O ECC da Paróquia também comemorou o dia dos namorados com palestras, orações e renovação do sacramento do matrimônio e jantar. Do encontro promovido pelo ECC, estiveram participando 20 casais. O encontro também aconteceu na noite do dia 11 de junho.

Missa do Crisma foi realizada em Santa Terezinha

O bispo dom Egidio Bisol presidiu no domingo, 22 de maio, a Celebração da Missa do Crisma em Santa Terezinha. Foram 88 crismandos, entre jovens e adultos que se prepararam para a confirmação do batismo. O Crisma é uma missão recebida por cada Cristão, que é anunciar o Evangelho em todos os lugares, é bom destacar que receber um sacramento, como o Crisma, não é uma formatura, uma formação que recebemos para concluir uma etapa, mas é um sacramento que nos fortalece e nos prepara para a missão. "EVANGELIZAR".

Paróquia de Santa Terezinha festejou seus 25 anos de instalação

A Paróquia de Santa Teresinha comemorou na noite da quarta-feira, 09 de março, seus 25 anos de história. A matriz ficou lotada de fies católicos que participaram desse momento festivo com o Padre Elton Wilson e o Diácono Eduardo Oliveira. As Bodas de Prata foram comemoradas com missa em ação de graças e ao seu término, um bolo foi cortado e distribuído para os presentes.

A Capela Santa Terezinha pertenceu ao município de São José do Egito até o começo dos anos 90, quando um grupo de terezinhenses procuraram o bispo, à época, dom Francisco Austregésilo de Mesquita Filho, ponderando sobre a necessidade que se tinha de transformar a Capela em Paróquia, assim, conseguindo o anseio de muitos moradores que sonhavam com isso.

Dom Francisco explicou os desafios que o grupo iria enfrentar, mas o mesmo contou com total apoio dos cidadãos comprometidos com a Igreja de Deus e com o povo, então, no dia 03 de março de 1991 o Bispo decretou a criação da Paróquia Santa Terezinha, no município de Santa Terezinha, desmembrando-a assim do município de São José do Egito, e a efetiva instalação da Paróquia só foi feita seis dias depois, dia 9 de março.

ORAÇÃO À SANTA TEREZINHA

“Santa das Rosas, trilhastes a Pequena Via da humildade e da submissão à vontade de Deus. Ensinai-nos, ó Santa Mestra, Doutora da Igreja, o caminho da santidade que nasce da escuta da Palavra de Deus, da realização de coisas simples e sem importância aos olhos do mundo. Nós vos pedimos que continueis a cumprir vossa promessa de fazer chover rosas de graças e bênçãos sobre o mundo. Ansiamos por rosas, muitas rosas do vosso jardim.  Reparti conosco as graças que recebeis de Deus Pai.  Intercedei por nós junto a Ele.  Por vossas preces, venha o Senhor em socorro de nossas necessidades.  (Pedir neste momento a graça desejada) Velai, ó Flor do Carmelo, por nossas famílias: que em nossos lares haja paz, compreensão e diálogo.  Velai por nossa pátria, para que tenhamos governantes íntegros,  afinados com os anseios do povo sofrido.  Velai por nós, para que o espírito missionário impregne todas as nossas ações. Santa Terezinha, rogai por nós. Amém.”