Rua. Da Matriz, 110 - Centro 56.895-000  -  Santa Cruz da Baixa Verde / PE
Fone: (87) 3846-8254
Administrador Paroquial: Pe. Antônio Marcos Maciel


 

SANTA CRUZ DA BAIXA VERDE

Santa Cruz da Baixa Verde é Consagrada ao Imaculado Coração de Maria

Em consonância com o mês de maio e as comemorações do Centenário das Aparições de Nossa Senhora de Fátima, do achado da Imagem de Nossa Senhora Aparecida e do Ano Mariano, na noite deste sábado (13), dia de Nossa Senhora de Fátima, aconteceu na Paróquia de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Santa Cruz da Baixa Verde, a Consagração de Santa Cruz da Baixa Verde ao Imaculado Coração de Maria.

Durante todo o sábado, várias atividades aconteceram na paróquia. A programação para este dia teve início as 07h com alvorada festiva e repicar dos sinos, e depois com a concentração a partir das 18h na Capela da Sagrada Família, no Bairro da Encruzilhada, de onde saíram em Procissão Luminosa com a Imagem do Imaculado Coração de Maria do Rosário de Fátima até a matriz onde aconteceu a Solene Celebração Eucarística, seguida de leitura da Fórmula de Consagração ao Imaculado Coração de Maria e descerramento da placa comemorativa e show pirotécnico.

“Hoje posso dizer: O céu se fez e se faz presente em tudo e em todos que de um modo ou de outro esteve vinculado à Consagração de nossa cidade ao Imaculado Coração de Maria. Minha gratidão a Deus que nos congregou para tão solene celebração, meu carinho e amor a Nossa Senhora aparecida em Fátima por nos dá a oportunidade de celebrar de modo tão digno o 1 Centenário de sua aparição, bem como por nos proporcionar a graça da Canonização de São Francisco e Santa Jacinta Marto.”, agradeceu o administrator paroquial, padre Antônio Marcos Maciel.

 

Segue até 25 de dezembro, a Festa de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro em Santa Cruz da Baixa Verde

Segue até o dia 25 de dezembro, a 80ª Festa de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, padroeira de Santa Cruz da Baixa Verde. A festa teve início no dia 15 com uma grande participação dos fieis e devotos da Mãe do Socorro.

De acordo com o administrador paroquial, padre Antônio Marcos Maciel, Santa Cruz da Baixa Verde vivencia com jubilo a festa da Padroeira onde também se comemora o Ano Mariano instituído pelo papa Francisco. “Neste ano do nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo de dois mil e dezesseis, a nossa querida Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro em Santa Cruz da Baixa Verde, encontra-se em jubilosa festa diante de preciosos acontecimentos: vivenciamos  a feliz  comemoração  da maioridade da nossa  Paróquia, são 18 anos de fé e evangelização sobre as montanhas. Com grande solenidade celebraremos também o “ANO MARIANO”, a ser vivamente celebrado de 12 de outubro de 2016 a 11 de outubro de 2017, fazendo memória aos 300 anos do achado  da veneranda Imagem de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, nas águas do Rio Paraíba do Sul. O espírito deste “Ano Mariano” será celebrar, comemorar e reaprender com Nossa Senhora, sob seu augustíssimo título de Conceição Aparecida” disse o padre.

Quem esteve presidindo na segunda, 19 de dezembro, foi o Vigário Geral da diocese, Monsenhor João Carlos Acioly Paz. No domingo, as 16h, acontece a procissão e logo em seguida a Concelebração Eucarística presidida pelo bispo, dom Egidio Bisol.

Festa de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro em Santa Cruz da Baixa Verde

QUERIDOS IRMÃOS E IRMÃS!

SALVE MARIA!

 

        Neste ano do nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo de dois mil e dezesseis, a nossa querida Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro em Santa Cruz da Baixa Verde, encontra-se em jubilosa festa diante de preciosos acontecimentos: vivenciamos  a feliz  comemoração  da maioridade da nossa  Paróquia: são 18 anos de fé e evangelização sobre as montanhas. Com grande solenidade celebraremos também o “ANO MARIANO”, a ser vivamente celebrado de 12 de outubro de 2016 a 11 de outubro de 2017, fazendo memória aos 300 anos do achado  da veneranda Imagem de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, nas águas do Rio Paraíba do Sul. O espírito deste “Ano Mariano” será celebrar, comemorar e reaprender com Nossa Senhora, sob seu augustíssimo título de Conceição Aparecida.

        Em conformidade com o “Ano Mariano” e os 18 anos da Criação e Instalação de nossa Paróquia, celebraremos no período de 15 a 25 de dezembro de 2016 -  sob o tema: “Socorrei-nos ó Maria, em nossas necessidades espirituais e temporais”- a 80ª Festa de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, excelsa padroeira dos santa-cruzenses. Da matriz do Perpétuo Socorro, coração da cidade e da Paróquia, pelos lábios e pelas mãos de Nossa Senhora, faremos subir a Deus todas as nossas necessidades espirituais e temporais.

        O grande Pontífice São João Paulo II recorda-nos que: “Como o Menino Jesus que admiramos no venerado quadro (ícone), também nós queremos apertar a vossa mão direita. Não vos faltam nem poder nem bondade para nos socorrer. A hora atual é a vossa hora! Vinde, pois, em nossa ajuda, ó Mãe do Perpétuo Socorro. Amém”.

        Maria é a Senhora que nos apresenta Jesus, o Perpétuo Socorro da Humanidade. Cada cristão precisa reconhecê-la como mãe. Aos pés da Cruz, Nosso Senhor Jesus Cristo a entregou ao seu discípulo amado- João-  que representa todos os homens, cada um de nós, os filhos amados de Deus. “Mãe, eis aí o teu filho; filho, eis aí a tua Mãe”. E o evangelista S. João nos diz que “ele a levou para a sua casa” (Jo 19, 25s).

        Portanto, suplicaremos a Nossa Senhora, que nos socorra em nossa lida e em nossa caminhada terrena; consolando os aflitos e doentes, iluminando e convertendo os pecadores que jazem nas trevas. Que todos possam ter um lar com pão e paz, vivendo a graça primordial do batismo, confiando sempre no Bom Jesus, o Perpétuo Socorro da Humanidade que vem a nós neste Natal. E que nunca percamos a fé e a confiança em nossa grande Advogada: “Lembrai-vos, ó piíssima Virgem Maria, que nunca se ouviu dizer que algum daqueles que têm recorrido a vossa proteção, implorado vossa assistência e reclamado vosso socorro, fosse por Vós desamparado. Animado eu, pois, com igual confiança, a Vós, ó Virgem entre todas singular, como a mãe recorro, de Vós me valho e, gemendo sob o peso de meus pecados, me prostro a vossos pés. Não desprezeis as minhas súplicas, ó Mãe do Verbo de Deus humanado, mas dignai-Vos de as ouvir propícia e alcançar-me o que Vos rogo. Assim seja! ” (São Bernardo de Claraval).

Desejo a todos uma Feliz Festa! Um Feliz Natal e um Feliz 2017!

 

PE. ANTÔNIO MARCOS MACIEL DE ARAÚJO

Administrador Paroquial

Paróquia de Santa Cruz da Baixa Verde realizou mais um Cerco de Jericó

A Paróquia de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Santa Cruz da Baixa Verde, chegou a sua quarta edição do Cerco de Jericó. Que teve como tema “Aproximemo-nos do trono para alcançar misericórdia e graça.” (Hb 4,16)

O evento aconteceu do dia 18 ao dia 25 de setembro de 2016.

O Cerco de Jericó consiste em uma semana incessante de batalha espiritual, com intensificação da oração pessoal e comunitária, missa diária, adoração ao Santíssimo, confissões, jejum, pregação da Palavra de Deus, Terço de Nossa Senhora, etc.. Sempre com o objetivo de derrubar as muralhas da vida pela força da Oração, a exemplo de Josué, Cap. 6, na condução ao povo de Israel rumo a Terra Prometida, que ao chegar junto às muralhas de Jericó, ergueu os olhos e viu um anjo, com uma espada na mão, que lhe deu ordens concretas e detalhadas. Josué e todo Israel executaram fielmente as ordens recebidas: durante 6 dias, os valentes guerreiros de Israel deram uma volta em torno da cidade e no  7º dia deram 7 voltas. Durante a 7ª volta, ao som da trombeta, todo o povo levantou um grande clamor e, pelo poder de Deus as muralhas de Jericó caíram e o povo passou e seguiu caminhada.

O evento contou com as presenças dos Padres Hélio Claúdio, Valme Andrade, José Viana, Jorge Adjan e Pedro Sá, todos da diocese de Afogados da Ingazeira e o Padre Alan Sobral da diocese de Pesqueira. Também com as presenças de membros da Comunidade de Aliança Mãe da Vitória de Salgueiro. Além da participação maciça da população rural e urbana de santa Cruz da Baixa Verde, Triunfo, Flores e Serra Talhada.

No dia 22/09, a emoção tomou conta desde o primeiro momento da celebração, quando com uma calorosa salva de palmas, os fiéis recebiam o ex-pároco, o querido Padre José Viana.

No último dia do 4º Cerco de Jericó, os fiéis lotaram a Igreja e a praça, para participarem da Santa Missa.

Deram as 7 voltas acompanhando o Santíssimo Sacramento que era conduzido pelo administrador paroquial, Padre Marcos Maciel, enquanto os pedidos dos fieis que  foram depositados num cesto durante a semana  eram queimados em um recipiente em frente a igreja matriz.

A Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro se destaca na diocese por realizar o Cerco de Jericó há 4 anos, iniciado pelo Padre Mairton e  agora conduzido pelo Padre Maciel.

Os fiéis já aguardam ansiosos pela quinta edição do evento.

Jesus eu confio em vós!

Santa Cruz da Baixa Verde realiza o 4º Cerco de Jericó

A Paróquia de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Santa Cruz da Baixa Verde, está realizando o 4º Cerco de Jericó que tem como tema “Aproximemo-nos do trono para alcançar misericórdia e graça.” Hb 4,16

A programação do Cerco teve início no dia 18 de setembro e segue até o dia 25 (domingo) quando terá a tradicional procissão com as sete voltas em torno da igreja e da praça matriz.

Na noite desta terça (20) quem esteve presidindo a Celebração Eucarística foi o Reitor do Seminário Menor São Judas Tadeu, padre José Valme, e concelebrada pelo administrador paroquial de Santa Cruz da Baixa Verde, padre Marcos Maciel. Nesta celebração, oito seminaristas do Seminário Menor também estiveram participando.

O Cerco de Jericó consiste em uma semana incessante de batalha espiritual, com intensificação da oração pessoal e comunitária, missa diária, adoração ao Santíssimo, confissão, jejum, pregação da Palavra de Deus e o Terço de Nossa Senhora.

Jericó era uma cidade fortificada e inacessível, com imensas muralhas ao redor. Na conquista de Jericó, encontramos o exército de Israel desanimado diante da imensa dificuldade de tomar aquela cidade. O desânimo já havia tomado conta de muitos que duvidavam da promessa de Deus. Esta promessa dizia que não seria pela força humana que aquela cidade seria conquistada, mas Deus mesmo é quem agiria.

O plano da vitória foi revelado por Deus, de um modo concreto e detalhado. Durante seis dias o povo deveria dar uma volta em torno da cidade. No sétimo dia, sete voltas. Josué e todo Israel executaram fielmente as ordens recebidas. Durante a sétima volta, ao som da trombeta, todo o povo levantou um grande clamor e, pelo poder de Deus, as muralhas de Jericó caíram.

Santa Cruz da Baixa Verde se destaca por confeccionar um dos maiores tapetes da diocese

Com apenas 24 anos de Emancipação Politica e a Paróquia de Nossa Senhora Perpétuo Socorro existente apenas há 18 anos, a cidade de Santa Cruz da Baixa Verde é responsável pela confecção de um dos maiores tapetes de serragem de Corpus Christi da diocese de Afogados da Ingazeira.

Na cidade em que se fabrica a maior rapadura do mundo, se confecciona um enorme tapete com materiais de serragem, sal, areia,  pó de café, tinta em pó e uma mão de obra de mais de 18 horas de trabalho que mobiliza toda a população.

A paróquia eternizada à visão de Padre Ibiapina, é contemplada com um gigantesco tapete de 660 metros, que se inicia na Praça da Matriz, seguindo pelas ruas Aprígio Assunção, Monsenhor Elizeu Diniz, Rua Padre Cícero, Rua Sebastião José da Silva e rua Antônio Inácio, até retornar a praça da Matriz, no centro da cidade.

Segundo o administrador da Paróquia da cidade, Pe. Marco Maciel, noventa e cinco por cento da população da cidade são católicos e isso leva ter a maior mobilização da comunidade que reúne fiéis, estudantes da rede de ensino, grupos da igreja, comerciantes e paróquia com o apoio da prefeitura para juntos confeccionarem o tapete que serve para a passagem da procissão de Corpus Christi.

Para a construção manual do enorme tapete feita pelos moradores de Santa Cruz da Baixa Verde, foi preciso 90 sacos de serragem seca, dezenas de tinta em pó xadrez, centenas de quilos de sal e sal grosso e ainda o pó de café, onde a comunidade católica guarda depois de utilizado, durante todo o ano para a doação à igreja para a decoração do tapete.

Os tapetes de Corpus Christi são uma tradição católica popular, que é comum em várias cidades do Brasil e Portugal, sendo confeccionados durante a celebração do dia de Corpus Christi. A prática, surgida em Portugal e posteriormente difundida no Brasil durante o período colonizatório, consiste na confecção de representações de cenas bíblicas, objetos devocionais ou simples temas ornamentais sobre as ruas em que a procissão do Santíssimo passará, o de mais costume, são desenhos que fazem alusão à figura de Cristo, do pão e do cálice.

Com informações do blog de Cauê Rodrigues

Padre Marco Maciel assume como administrador a Paróquia do Perpétuo Socorro em Santa Cruz da Baixa Verde

Tomou posse na noite desta quinta (3 de março) na Paróquia do Perpétuo Socorro em Santa Cruz da Baixa Verde como o mais novo Administrador Paroquial, o padre Marco Maciel. Com uma excelente participação da comunidade de Santa Cruz e de caravanas de outras localidades a exemplo de Serra Talhada, da Paróquia do Rosário, onde o padre atuava como vigário paroquial, aconteceu a Concelebração Eucarística presidida por dom Egidio Bisol e concelebrada por quase todo o clero diocesano que se fez presente em sua maioria.

Dom Egidio parabenizou a acolhida por parte da comunidade e disse que estava deixando a comunidade em boas mãos, e também o padre em boas mãos, fazendo referência à atuação da comunidade na Igreja, já que esteve à frente da paróquia durante um bom tempo e presenciou o zelo dos paroquianos com a vida da comunidade.

Em seu discurso, o padre Marco Maciel disse que o seu desejo é de dar continuidade à obra iniciada pelos franciscanos, pelos padres José Viana e Mairton Marques e que espera de todos o compromisso e consciência deste tempo em que somos desafiados num mundo globalizado e numa sociedade secularizada, a dar um testemunho autêntico como filhos e membros da Igreja de Jesus Cristo. Padre Maciel disse estar feliz em estar como administrador paroquial e que espera a construção de uma paróquia para os pobres. “Manifesto a minha alegria por estar no meio de vocês, como um pai, um irmão e um amigo, que vem em nome do Senhor. Continuemos a construção de uma paróquia de missão, de solidariedade, de partilha. Continuemos a construção de uma paróquia que seja dos pobres e amiga dos pobres e oprimidos, que abraça e beija a todos. Queremos continuar a construção de uma paróquia misericordiosa para com todos. Discurso terminado, missão iniciada”, concluiu o padre Marco Maciel.

Santa Cruz vivenciou mais um Cerco de Jericó

A Paróquia de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Santa Cruz da Baixa Verde, vivenciou de 13 a 20 de setembro o seu terceiro Cerco de Jericó. Foi uma excelente oportunidade de retiro espiritual para os fiéis da cidade e cidades vizinhas que também participaram, através de uma experiência orante intensa e perseverante. Durante esses sete dias, além das celebrações diárias, os fiéis se revezavam durante 24 horas por dia em Adoração ao Santíssimo Sacramento que se encontrava exposto no Altar da Igreja Matriz.

A Igreja vive da Eucaristia e durante esses dias pudemos mais intensamente dedicar nosso tempo ao encontro com Jesus Sacramento. Vários sacerdotes da Diocese também participaram do evento e contamos com uma significativa presença de nossas comunidades, grupos, pastorais, movimentos, pessoas em geral e visitantes. No último dia foi grandiosa a participação na procissão das sete voltas, inspirados na experiência bíblica do Povo de Deus quando da derrubada das muralhas de Jericó (cf. Js 6). Muitas bênçãos foram e continuarão sendo derramadas sobre todos nós, pela força da fé e da oração.

III Cerco de Jericó está acontecendo em Santa Cruz da Baixa Verde

Continua acontecendo o III Cerco de Jericó na Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro em Santa Cruz da Baixa Verde. O evento teve início no dia 13 de setembro e segue até o dia 20, onde acontecerá as 18h a missa de encerramento e a procissão das 7 voltas.

Durante todo o dia Oração e Adoração com o Santíssimo Sacramento exposto no altar da igreja matriz.

N. Srª do Perpétuo Socorro 

Pe. ANTÔNIO
MARCOS MACIEL