NOTÍCIAS DA DIOCESE

Diocese realiza romaria para comemorar os 30 anos da Pastoral da Criança

A diocese de Afogados da Ingazeira esteve realizando domingo, 03 de dezembro, romaria da Pastoral da Criança para comemorar os 30 de atividades no Brasil e pelo trabalho realizado na região do Pajeú. Também aconteceu a romaria da Infância e Adolescência Missionária (IAM) que contou com a participação de crianças e adolescentes.

Após a acolhida no portal da cidade, todos saíram em caminhada até a Gruta onde aconteceu a concelebração presidida pelo bispo, dom Egidio Bisol, e concelebrada pelos padres Genildo Herculano e Adhemar Lucena (Itapetim).

Depois da Santa Missa, aconteceram duas atividades simultaneamente: um encontro da IAM na EREM Nossa Senhora de Lourdes e, na quadra, da Pastoral da Criança.

Dom Egidio ressaltou a importância da Pastoral da Criança na diocese de Afogados da Ingazeira, pela assistência às famílias, e do comprometimento de todos que fazem parte da IAM, destacando que é de fundamental importância criança evangelizar criança, adolescente evangelizar adolescente, e assim, sucessivamente. 

Seminaristas concluem bacharelado em filosofia

O ano de 2017 é marcado pela conclusão do curso de bacharelado em filosofia pela Universidade Católica de Pernambuco (que durou 3 anos) de 4 seminaristas da diocese de Afogados da Ingazeira: Allyson Pereira (Triunfo), Gutembergue Lacerda (Af. da ingazeira), Josenildo Teodoro (Af.da ingazeira) e Vinicius Veras ( Tabira).

A missa de Conclusão foi presidida por dom Henrique Soares (Palmares) e concelebrada por dom Egidio Bisol (Afogados), e outros sacerdotes da equipe de formação dos seminários.

Ordenados sete diáconos na diocese de Afogados da Ingazeira

Foram ordenados nesta quarta-feira, 15 de novembro, na cidade de Triunfo, sete diáconos na diocese de Afogados da Ingazeira. Dos sete ordenados, cinco recebem o título de permanentes e dois de transitórios.

Todo o clero diocesano esteve presente na ordenação que foi presidida pelo bispo, dom Egidio Bisol, que falou sobre esse momento marcante para a diocese. “O momento que estamos vivendo é, com certeza, um marco não somente na vida destes sete chamados ao ministério diaconal, mas também na vida de nossa Igreja diocesana que celebra 60 anos de existência. Trata-se de um desses acontecimentos que, se não são únicos, certamente são muito raros. E somos gratos ao Deus da vida que, no meio das dificuldades da missão nos faz presentes como esse, presentes que aliviam o cansaço, restauram o animo, aumentam a força para continuar a caminhada”, disse dom Egidio.

O bispo refletiu sobre o lavar os pés dos irmãos e se dirigiu aos padres presentes que também necessitam que deixem que lavem seus pés. “Sobre os pés desses nossos irmãos temos a obrigação de derramar a água morna da acolhida, da oração e da confiança em mil possibilidades de transformação, dessa água nenhum pé pode ser excluído. É o que muitos irmãos nossos fazem todos os dias, nas cadeias, nos centros de acolhida, pelas ruas, nas Fazendas da esperança...”,

Ele lembrou que ordenação que acontecerá lembra a todos, à nossa Igreja diocesana, uma realidade: todos somos – devemos ser todos – diáconos permanentes, servos para sempre.

Foram ordenados diáconos:

1. André Ferreira - Brejinho-PE

2. Edicarlos Soares - Santa Terezinha -

3. Francisco Alves - Serra Talhada-PE

Paróquia do Senhor Bom Jesus Ressuscitado.

4. José Carlos - São José do Belmonte-PE

Paróquia Nossa Senhora das Dores.

5. José Everaldo - São José do Egito-PE

Paróquia de Sao José.

6.  José Lindailson - Carnaiba-PE

7. Renato Pereira - Tabira -PE

Encontro de atualização do clero contou com a presença do bispo emérito de Palmares, dom Genival Saraiva

Terminou na manhã desta quinta, 09 de novembro, a reunião de atualização do clero da diocese de Afogados da Ingazeira. O encontro teve início na terça (7) e foi realizado no Centro de Formação Pastoral Stella Maris, em Triunfo.

Este ano, o clero contou com a presença do bispo emérito de Palmares, dom Genival Saraiva, que discorreu sobre “A Vida e o Ministério dos Presbíteros” a partir de um documento apresentado pela congregação do clero, há três anos. Paraibano da cidade de Alcantil, Dom Genival tem 79 anos, é padre há 52 anos e bispo há 17, de acordo com informações da Comissão Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Também foi informado que o vigário paroquial da Paróquia de São José, em São José do Belmonte, Pe. Wanderson Eduardo, a partir de fevereiro não exercerá mais a função de vigário paroquial de Belmonte, já que passará a residir no Recife, no Seminário Maior da diocese, para dar continuidade aos estudos bíblicos-teológicos (pós graduação).

Seminário São Judas Tadeu festejou em honra ao seu padroeiro

Terminou na noite deste sábado (28) as festividades em honra ao padroeiro do Seminário Menor da diocese de Afogados da Ingazeira, São Judas Tadeu.

As festividades tiveram início na segunda-feira (23) e seguiram durante toda a semana, com celebrações, participação de vários padres e do bispo diocesano.

Na abertura da festa o padre Antônio Rogério Veríssimo presidiu a Santa Missa. Na terça foi a vez do padre Josenildo Nunes presidir e que contou com a participação dos padres Claudivan Siqueira, Wellington Luiz, Juacir Delmiro e do padre reitor do seminário, José Valme. Na quarta-feira (25) presidiu a celebração, o bispo diocesano, dom Egidio Bisol. Na quinta-feira, o pároco de Itapetim, Pe. Adhemar Lucena esteve à frente da presidência. Já na sexta, o pároco da Catedral, Pe. Gilvan Bezerra, presidiu a Santa Missa. No sábado, no encerramento das festividades, o Pe. Juacir Delmiro, responsável pelos estudos de filosofia dos seminaristas, presidiu a celebração.

Um momento todo especial durante a missa, foi a presença dos pais dos seminaristas menores durante o encerramento das festividades.

Bispos do Regional NE 2 participaram da canonização dos primeiros mártires do território brasileiro

Vários bispos do Brasil estiveram no último final de semana em Roma, quando participaram das celebrações por ocasião da canonização dos protomártires do Brasil, os mártires de Cunhaú e Uruaçu. O arcebispo de Brasília e presidente da CNBB, cardeal Sergio da Rocha, presidiu nesta segunda-feira, dia 16, a missa em ação de graças pela canonização na basílica de São Pedro. Também estiveram presentes o arcebispo de Salvador (BA) e vice-presidente da Conferência, dom Murilo Krieger, e o bispo auxiliar de Brasília e secretário-geral, dom Leonardo Steiner.

Para as cerimônias relacionadas à canonização dos primeiros mártires do território brasileiro, estiveram presentes o arcebispo de Natal (RN), dom Jaime Vieira Rocha, o arcebispo emérito de Aparecida (SP), cardeal Raymundo Damasceno Assis, e alguns bispos do regional Nordeste 2 da CNBB (na foto, da direita para a esquerda): o emérito de Cajazeiras (PB), dom José González Alonso; o de Caicó (RN), dom Antônio Carlos Cruz Santos; o de Afogados da Ingazeira (PE), dom Egídio Bisol; o de Nazaré (PE), dom Francisco de Assis Dantas de Lucena; e o bispo de Mossoró (RN), dom Mariano Manzana.

Fonte: CNBB

Coordenadores estaduais da PPI, presentes na 52ª Assembléia Pastoral Regional do NE 2

Com o objetivo de divulgar as ações da PPI e conseguir maior apoio dos Bispos do Regional NE 2 (Alagoas, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte), os quatro Coordenadores estaduais e dois diocesanos da PPI, participaram da 52ª Assembleia de Pastoral Regional de 26 a 29 de setembro, no Convento Ipuarana, em Lagoa Seca-PB.

O avanço rápido da população idosa é um fato preocupante para um país que não está preparado para cuidar adequadamente dos idosos. Segundo o IBGE, até 2030 a população idosa no Brasil será maior que o grupo de crianças com até 14 anos e, em 2055, a porcentagem de idosos na população total será maior que a de crianças e jovens com até 29 anos.

A questão do envelhecimento humano foi enfatizada durante toda a Assembleia. Os representantes da PPI montaram uma tenda com materiais informativo da Pastoral, distribuíram folders, exibiram banners e mostraram a importância do acompanhamento da população idosa. Além do material distribuído, os representantes conversaram com as pessoas presentes sobre o impacto de acolher com caridade e misericórdia àqueles que envelhecem e muitas vezes são excluídos pela própria família.

Da diocese de Afogados da Ingazeira estiveram participando os padres Josenildo Nunes, Ailton Costa, Luis Marques e a coordenadora da Pessoa Idosa, Marineide Freire.

Romaria das Cebs aconteceu em Solidão

Neste domingo, 24 de setembro, em que se comemorou o Dia da Bíblia, aconteceu a Romaria das Cebs da diocese de Afogados da Ingazeira ao Santuário de Nossa Senhora de Lourdes, em Solidão.

Algumas paróquias da diocese estiveram presentes. A concentração teve início no portal da entrada da cidade de onde saíram em procissão com a imagem peregrina de Nossa Senhora Aparecida até a Gruta, onde aconteceu a missa que teve na presidência o padre José de Anchieta e concelebrada pelos padres Genildo Herculano, Ailton Costa (coordenador das Cebs em nível diocesano) e Gilvan Bezerra.

CNBB divulga mensagem aos brasileiros para as celebrações do dia 7 de setembro

A conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) divulgou na sexta-feira (01), mensagem para o dia 7 de setembro, data que marca a Independência do Brasil. No documento, a entidade encoraja as pessoas de boa vontade a se mobilizarem pacificamente na defesa da dignidade e dos direitos do povo brasileiro, propondo “a vida em primeiro lugar”. A instituição convida as comunidades a se unirem ao movimento O “Grito dos Excluídos” e, nesta data também, o Conselho Permanente da CNBB sugere as comunidades rezem juntos pela realidade brasileira no O Dia de Oração e Jejum pelo Brasil.

Leia a mensagem na íntegra:

MENSAGEM DA CNBB

VIDA EM PRIMEIRO LUGAR

 

O “Grito dos Excluídos” nasceu com o objetivo de responder aos desafios levantados por ocasião da 2ª Semana Social Brasileira, realizada em 1994, cujo tema era “Brasil, alternativas e protagonistas”, e aprofundar o tema da Campanha da Fraternidade em 1995, que tinha como lema “Eras tu, Senhor”.

O Grito, realizado no dia 7 de setembro, com suas várias modalidades, é construído com a participação das comunidades cristãs, movimentos, pastorais sociais e organizações da sociedade civil, tem, em 2017, como tema: “Vida em primeiro lugar”, e como lema: “Por direito e democracia, a luta é de todo dia”.

A sociedade brasileira está cada vez mais perplexa, diante da profunda crise ética que tem levado a decisões políticas e econômicas que, tomadas sem a participação da sociedade, implicam em perda de direitos, agravam situações de exclusão e penalizam o povo brasileiro pobre.

O Conselho Permanente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB, diante do grave e prolongado momento triste vivido no país, sugere às comunidades que, nesta data, sejam acrescentados dois elementos importantes da espiritualidade cristã, para acompanhar as reflexões e as ações sobre a realidade brasileira: UM DIA DE JEJUM E DE ORAÇÃO PELO BRASIL.

Encorajamos, mais uma vez, as pessoas de boa vontade, particularmente em nossas comunidades, a se mobilizarem pacificamente na defesa da dignidade e dos direitos do povo brasileiro, propondo “a vida em primeiro lugar”.

Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil, acompanhe o povo brasileiro com sua materna intercessão!

Brasília, 31 de agosto de 2017

Cardeal Sergio da Rocha

Arcebispo de Brasília

Presidente da CNBB

 

Dom Murilo S. R. Krieger

Arcebispo de São Salvador

Vice-Presidente da CNBB

 

Dom Leonardo Steiner

Bispo Auxiliar de Brasília

Secretário-Geral da CNBB

Encerramento da Semana Nacional das Famílias aconteceu em Serra Talhada

O encerramento da Semana Nacional das Famílias na diocese de Afogados da Ingazeira aconteceu neste domingo (20) na cidade de Serra Talhada.

A concentração teve início por volta das 08h, na matriz do Rosário, de onde saíram em caminhada até a matriz da Penha onde ocorreu a concelebração presidida pelo responsável pela Pastoral Familiar na diocese, Pe. Wellington Luiz.

Quase todas as paróquias da diocese se fizeram presentes com suas caravanas. Este ano teve como tema “Família, uma luz para a vida em sociedade”.