Missa pelos 15 anos de fundação do Seminário Maior aconteceu dentro do Tríduo de Santa Maria Madalena

Na sexta, 20 de julho, aconteceu na Catedral do Senhor Bom Jesus dos Remédios em Afogados da Ingazeira, a segunda noite do Tríduo em honra à padroeira da diocese, Santa Maria Madalena.

Na oportunidade, foi celebrado também, pelos 15 anos do Seminário Maior da Diocese, São Carlos Borromeu. Quem esteve presidindo a concelebração foi o ex-bispo da diocese de Afogados da Ingazeira e hoje Arcebispo de Vitória da Conquista, dom Luís Gonzaga Silva Pepeu.

No dia 13 de fevereiro de 2003, dom Luís Pepeu criou o Seminário Maior para atender ao desejo e necessidade de nossa igreja diocesana de ter o seu próprio Seminário Maior para a formação dos futuros padres a serviço do Povo de Deus no Pajeú.

Depois de funcionar em vários locais no Recife e Olinda, finalmente, em 2014, o Seminário São Carlos Borromeu mudou-se para a nova casa que a diocese tinha adquirido e reformado no bairro da Tamarineira, no Recife.

A partir de 2018, o Seminário Maior passou a ser reservado aos seminaristas de Teologia.

O bispo da diocese de Afogados da Ingazeira, dom Egidio Bisol, ressaltou a importância dessa data dentro das festividades de Santa Maria Madalena. “Nossa Igreja Diocesana está em festa, na celebração de sua gloriosa padroeira Santa Maria Madalena, apóstola dos apóstolos. Iniciamos, poucos dias atrás, com a inauguração e benção do Mosteiro Carmelita São José em Triunfo. Nesse mesmo clima de festa, desejamos lembrar com imensa gratidão, os 15 anos de existência do Seminário Maior São Carlos Borromeu. Ao longo desses 15 anos, foram 60 os jovens que passaram pelo Seminário. Vinte, entre eles, são hoje padres da nossa diocese e dois diáconos a caminho da ordenação presbiteral”, disse o bispo.

Dom Egidio também agradeceu aos padres que dedicaram alguns anos de sua vida na direção do Seminário, aos membros do Conselho Diocesano de Formação, aos padres, paróquias e comunidades, sem esquecer a todos os zeladores/as e sócios da OVS – Obra das Vocações Sacerdotais, que vem colaborando com a formação e manutenção dos seminaristas com orações, estímulo e generosidade.

Ainda, dentro da celebração pelos 15 anos do Seminário, aconteceu a instituição dos seminaristas Adenildo da Silva e Alison Maciel como Leitores da Igreja.