Durante reunião do clero, dom Egidio Bisol lança Campanha da Fraternidade a nível diocesano

Na noite da quarta, 24 de fevereiro, aconteceu no Centro de Formação Pastoral Stella Maris, em Triunfo, a abertura da Campanha da Fraternidade 2021 a nível diocesano.
 
A Campanha da Fraternidade deste ano que é ecumênica tem como tema “Fraternidade e diálogo: compromisso de amor”. E como lema o trecho da carta de Paulo aos Efésios: “Cristo é a nossa paz: do que era dividido fez uma unidade” (Ef 2, 14ª).
 
A abertura aconteceu com a celebração da Santa Missa presidida pelo bispo diocesano dom Egidio Bisol e que contou com a presença de todos os padres da diocese e de seminaristas que estão cursando Teologia.
 
Em sua homilia, dom Egidio frisou que, desde 1985, a Campanha da Fraternidade retoma situações existenciais do povo brasileiro como fome, terra, trabalho, família, menores, negros, mulheres, jovens, encarcerados, desempregados, idosos, doentes, etc, e de problemas sociais graves como falta de paz, violência, políticas públicas, crimes ambientais, e que todos precisam continuar trabalhando em busca da fraternidade. "Precisamos sim, continuar trabalhando com maior empenho para construir a verdadeira fraternidade. É isso que queremos com a Campanha da Fraternidade que nossa Igreja celebra em comunhão com a CNBB, com as outras dioceses e este ano também com outras Igrejas", disse.
 
Ao final, o bispo confirmou o empenho da diocese com a Campanha da Fraternidade e com a unidade dos cristãos. "Apesar de todas as dificuldades que experimentamos no caminho desafiador do ecumenismo, nossa Igreja no Pajeú quer continuar sua caminhada colaborando para a unidade de todos cristãos e deseja aproveitar dessa oportunidade linda que é a Campanha da Fraternidade Ecumênica 2021", afirmou.