Missa de sétimo dia pelo falecimento do Monsenhor João Carlos foi celebrada na Catedral

O bispo da diocese de Afogados da Ingazeira, dom Egidio Bisol, presidiu na tarde desta quinta (21), na Catedral do Senhor Bom Jesus dos Remédios, a missa de sétimo dia pelo falecimento do Monsenhor João Carlos Acioly Paz.
 
Estiveram presentes, o ex-bispo da diocese de Afogados da Ingazeira, dom Luís Gonzaga da Silva Pepeu e representando o Regional Nordeste 2 o bispo de Cajazeiras, dom Francisco de Sales, além de vários padres da diocese e de outras dioceses.
 
Dom Egidio saudou aos que estavam presentes participando desse momento tão difícil por qual passa a diocese. “É bom sentirmos essa unidade, de momentos complicados, difíceis e dolorosos como esse. Isso também nos ajuda a continuarmos a nossa caminhada, com fé, esperança. Seguindo também o exemplo daqueles que foram à nossa frente”, disse o bispo.
 
A homilia ficou por conta do bispo de Cajazeiras e secretário da CNBB do Regional Nordeste 2, dom Francisco de Sales, que falou da pessoa que foi o Monsenhor João Carlos. “Ele de forma humilde e discreta, como bem o conhecemos, buscou tecer a trama de sua existência, unindo-a com fio dourado do serviço e do amor a Cristo, à Igreja, ao sacerdócio, a cada pessoa que dele se aproximava, não dispensando a alegria e o bom humor como expressões de sua fidelidade ao dom e a missão que ele recebeu”, pontuou dom Francisco de Sales.